Poetas 3 x 4

Maira Knop
Porto Alegre - RS




Beiral


Aquela gota dependurada
na orla do telhado
que cria cintura e cai
como cortina de vidro que fosse

é a única
capaz
de
e

s

t

i

c

a

r

a    á   g   u   a

 



"O todo sem a parte não é o todo;

a parte sem o todo não é a parte;
mas se a parte faz o todo sendo parte;
não se diga que é parte sendo todo.
Gregório de Matos


Conjunto


Meu todo
nada mais é
do que somente
a união de tuas partes

que partes
do meu todo
e todo dia
do meu todo partem

e desse todo, ficam as partes
que inda assim teimosamente
acreditam serem eu

as partes que compõe meu todo
de todo são tão mais somente
o somatório de todo o todo teu

 



Lama


Barro cozido da revestida fome
no barro cozido

enformado sobreposto armado
sobre o barro
a casa erguida
no chão batido rachado
como os pés rachados
do homem de barro
feito deste mesmo barro
que se fez sólido
onde a água nem alcança
solidificam-se as rachas da fome da dor
no solo no sono no barro
onde rachados estão todos
as barrigas vazias
o olhar fosco
e todo esse horizonte mudo
deste estático barro

 



Se você gostou indique o endereço: www.almadepoeta.com/poetas3x4.htm
E faça seu comentário:
mairapoeta@terra.com.br

Voltar para Poetas 3 x 4 Brasil



home    galeria de arte    poetas em destaque    poetas 3x4    poetas imortais    colunistas    cinema    concursos

páginas pessoais     agenda poética     poetas no You Tube      fala poesia     oficina virtual      histórico

Clique e entre



Seu site de poesia, arte e algo mais...


www.almadepoeta.com

Alma de Poeta
©Copyright 2000 / 2007 by Luiz Fernando Prôa