Poetas 3 x 4

Lidoka



Voar pelos ares
 

Vamos voar pelos ares saindo à francesa, cantando a Marselhesa

Vamos voar pelos ares dizendo Amém. A quem ?

Vamos voar pelos ares pelo dedo de um lunático, prático e objetivo !

Vamos voar pelos ares

Judeus e palestinos dividindo o mesmo assento musical – “My sweet Lord, Aleluia”, oh my Lord , Aleluia!”

Vamos voar pelos ares

Tio Sam e seus comparsas voando lado a Laden

Vamos voar pelos ares

porque a Terra mandou a gente sussurrar perdões no ouvido divino

por termos sido tão mal agradecidos.

Vamos voar pelos ares

todos juntos, afinal somos todos irmãos

“Por que não, por que não, porque não ?”

Por que não voar pelos ares de saia justa, salto 12,

na carona de um bofe bomba, colega ?!

Vamos voar pelos ares

numa prancha coletiva colorida

e gozar o mar universal. UAU !

Vamos voar pelos ares

numa suruba geral,

orgasmos múltiplos ao som dos Stones

Vamos voar pelos ares, aos pares, degustando calamares

felizes, apaixonados.

Vamos voar pelos ares 

como um filme do Fellini

de limusine  só nós dois,

de limusine  só nós dois, só nós dois...

Let’s spend the night togheter, now I need you more than ever,

Let´s sennd the night togheter now !

BUUUUUMMMMM !!!!!
 



Foi você


A brisa foi
você aliviando as chagas da minha dor

O vento foi você desmanchando os cabelos do meu tempo

O sol foi você queimando etapas no avanço do meu curso

O mormaço foi você temperando o frio do meu coração

O furacão foi você derrubando as cercas do meu caminho

O terremoto foi você amaciando a dureza da minha decência

A chuva foi você encharcando as dobras do meu lençol

O maremoto foi você deixando minha vida de pernas pro ar

As estrelas foi você salpicando de luz meus sentidos

O demônio foi você fazendo de mim um zumbi vagando na noite

A Lua foi você levando meu orgasmo até o céu

Deus foi você inundando minh’alma de amor
 



Lidoka nasceu em São Paulo. É atriz, cantora, dançarina e poeta.
Integrou o espetáculo "As fadas do Apocalipse", versão feminina do grupo "Dzi Croquettes".
Em 1976 mudou para o Rio para participar do musical Madame Satã.
Integrou desde o início o famoso grupo "Frenéticas" (veja foto), estourando
os mega hits Perigosa e Dancin'Days, que tocam e até hoje levantam as pistas do Brasil.
Dirigida por Lidoka, a nova formação das Frenéticas canta e dança pelo país afora.
Revivendo os hits com nova sonoridade, reciclaram o repertório com inéditas compostas por Zeca Baleiro, Gabriel O Pensador, além de regravações da pesada
como o Rap do Real de Pedro Luís e Rodrigo Maranhão.
O novo espetáculo é multimídia, “Lidoka Voando Pelos Ares”, costurado pela poesia
que dá nome ao show que acaba de nascer, forte e saudável, com seus pensamentos
em forma de canto, conto, dança e também música eletrônica ao vivo.
Quando passar por sua cidade vá rir, chorar e se emocionar com Lidoka Voando Pelos Ares!


Se você gostou indique o endereço: www.almadepoeta.com/poetas3x4.htm

Voltar para Poetas 3 x 4



home    galeria de arte    poetas em destaque    poetas 3x4    poetas imortais    colunistas    cinema    concursos

páginas pessoais     agenda poética     poetas no You Tube      fala poesia     oficina virtual      histórico

Clique e entre



Seu site de poesia, arte e algo mais...

www.almadepoeta.com

Alma de Poeta
©Copyright 2000 - 13/06/2008  by Luiz Fernando Prôa