Poetas 3 x 4

Gustavo Schramm
Porto Alegre - RS



ASAS 
 
Foi quando caído, que ganhou asas, 
Que ruínas só servem à história, 
Memória esvaece, lembrança apaga. 
 
A fumaça, fantasiada de nuvem, 
Perde forma ao vento. 
 
O que suor escava, na face, 
Lágrima lava no peito, 
Feito chuva limpa à rua. 
 
Cai, o anjo, cai no colo... 
Terra nos cachos, 
Água nos olhos, 
Alma viva!
 



Afrasia

 
Sigo mudo... submundos de toda parte,  
Num lançamento súbito e tenso,  
Horas caindo pluma, horas lenço,  
Por vezes virando sonho e outras restando arte.  
 
Vivo na bamba corda dos malabares, 
Todo queimando, flutuo manto,  
Hora ser riso, hora ser pranto,  
Atraio raios, espanto olhares.  
 
Soprando vento de toda crença,  
Como se fosse eu a liberdade,  
Forjo-me santo na caridade,  
Engano ledo que oculta a ofensa.  
 
Antes temi a onipresença  
E a todo custo me fiz de casto  
 
Temente hoje à indiferença,  
Trêmulo fogo, antes chegava, mas já não basto.  
 



Gustavo Schramm é gaúcho, natural de Cruz Alta, mora em Porto Alegre,
onde cursa o último ano da faculdade de medicina da PUCRS.
Tem 26 anos, participa de diversos espaços virtuais onde publica suas poesias.
Para ele poesia evidente, não é a que se desnuda ao primeiro olhar;
poesia evidente é a que fica implícita no acordo, sutil, entre o leitor e o poeta. 

 


Se você gostou indique o endereço: www.almadepoeta.com/poetas3x4.htm
E-mail: gustavosmed@gmail.com

Voltar para Poetas 3 x 4



home    galeria de arte    poetas em destaque    poetas 3x4    poetas imortais    colunistas    cinema    concursos

páginas pessoais     agenda poética     poetas no You Tube      fala poesia     oficina virtual      histórico

Clique e entre


Seu site de poesia, arte e algo mais...

www.almadepoeta.com

Alma de Poeta
 
© Copyright 2000 / 2007 by Luiz Fernando Prôa