Poetas 3 x 4

Gladis Lacerda



Ilusão



Lá vai a porta-bandeira
com sua roupa de rainha.
Esquece por algum tempo
a luta do dia-a-dia,
roupa no tanque e cozinha.
Agora ela pode tudo.
Rodopia na avenida,
brilha inteira para o mundo,
o Carnaval vale a vida.
E o brilho do seu olhar?
De longe, na arquibancada,
alguém pode imaginar?
Os dentes brancos, sorrindo,
sua boca é pura magia.
Vive ali toda a alegria.
Mas sabe que quarta-feira,
quando acabar a folia,
ela vai acordar cedo,
jogar fora a fantasia,
e voltar a ser "Maria".
 



Desespero


Esse dia que passa imenso e frio,
a angústia de viver, esse vazio,
o pranto que não sai, cristalizou-se,
sonho que, mal começou, acabou-se

Vejo esse mar agitado e bravio.
Talvez fosse melhor um manso rio
que carregasse toda essa ânsia,
deixando em mim as mais doces lembranças.

Mas logo ali em frente uma onda espouca.
Depois vem outra numa fúria louca,
vou caminhando em sua direção.

Eu quero mais, que ele cresça sobre mim;
eu quero que essa angústia tenha fim,
quero tirar de mim essa ilusão.
 



Gladis Lacerda é poeta e nasceu em Minas Gerais.
Publicou Cacos de Mim, aCORda Poesia e Casto Pecado.
Faz parte da ALAP (Academia de Letras e Artes Paranapuan),
da APPERJ (Associação Profissional de Poetas do Estado do Rio de Janeiro)
e do Sindicato dos Escritores do Estado do Rio de Janeiro.


Veja também: www.almadepoeta.com/gladislacerda.htm
Se você gostou indique o endereço: www.almadepoeta.com/poetas3x4.htm

Voltar para Poetas 3 x 4



home    galeria de arte    poetas em destaque    poetas 3x4    poetas imortais    colunistas    cinema    concursos

páginas pessoais     agenda poética     poetas no You Tube      fala poesia     oficina virtual      histórico

Clique e entre



Seu site de poesia, arte e algo mais...


www.almadepoeta.com

Alma de Poeta
©Copyright 2000 / 2007 by Luiz Fernando Prôa