Poetas 3 x 4

Edgar Alejandro
Palmas - TO



NIRVANA

Sentir o leve vento
permeando nas narinas
como se fosse o trepidar
bradando nas montanhas

penteando os semeados
habilitando a argila
esculpindo rochas
agitando mares
lagos, e rios,
vermelho-cálidos
em um rodopio interminável!


Passear junto num ciclo único
vasculhar-se inteiro
mergulhar-se
entregar-se
neste sentimento
que a vida goza
inóxio nas entranhas...
Realizar que se pertence
a um fluir feliz só neste universo.
 



QUIETUDE

A quietude conformada
de um moinho de água
no alto da montanha
espera...

A luz tênue do entardecer
na grama verde viva
parece dar o impulso
em suas palhetas.

Vagarosas se movem
e não sabem se é o vento...
que as aviva ou a luz sangrenta
que se perde no horizonte.

Palhetas, pessoas
moinhos, lugares
montanhas, planetas, soles!
Um dia pararão na espera.

Daquilo que os movimenta
em si mesmos...

 




 
E-mail: passaro66livre@hotmail.com

Se você gostou indique o endereço: www.almadepoeta.com/poetas3x4.htm

Voltar para Poetas 3 x 4



home    galeria de arte    poetas em destaque    poetas 3x4    poetas imortais    colunistas    cinema    teatro    concursos

páginas pessoais     agenda poética     ebook      entrevistas      histórico

Clique e entre





www.almadepoeta.com


Alma de Poeta
 
© Copyright 2000 / 2007 by Luiz Fernando Prôa