Poetas 3 x 4

Anna D'Castro


 

 INJUSTIÇA
 

Quando o Amor é demais
não é justo dizer.
Quando a dor é demais
não é justo gritar.
Quando o horror é demais
não é justo sofrer.
Quando a guerra ataca
não é justo morrer.
Quando a criança chora
não é justo deixar.
Quando o pai não tem pão
não é justo acontecer...
E vem o pranto, sem lágrimas
O grito sem razão
A palavra trancada
Dentro do coração
E a injustiça dos homens
Que nunca pede perdão
A todos os inocentes
Que sangram descompaixão.
 


 

CONFRONTO

 
Por vezes sou chôro
Por vezes sou riso

Por vezes sou lágrima
Outras paraíso.

Por vezes me encanto
Por vezes me enamoro
Por vezes me desencanto
Outras me desespero.

Tantas vezes eu sonho
Outras tantas acordo
Quantas vezes suponho
Estar em desacordo.

Por vezes sou rio
Querendo a foz
Por vezes sorrio
Pois sou meu algoz.

Por vezes eu quero
Por vezes eu vou
Por vezes considero
Que a vida passou...
 



Se você gostou indique o endereço: www.almadepoeta.com/poetas3x4.htm

Voltar para Poetas 3 x 4


home    galeria de arte    poetas em destaque    poetas 3x4    poetas imortais    colunistas    cinema    teatro    concursos

páginas pessoais     agenda poética     ebook      entrevistas      histórico

Clique e entre





www.almadepoeta.com

Alma de Poeta
 
© Copyright 2000 / 2007 by Luiz Fernando Prôa