Poetas 3 x 4

Ana Paula Dias



O Tempo! 

Fração, segundos, minutos;
Dias, horas...O que é o Tempo;
Senão reflexão, sonhos e tormento?

Tempo de ocasiões;
Mudanças e aspirações;
Na corrida de campos floridos;
Pintados em telas e quadros;
Empoeirados e esquecidos.

Tempo que aprisiona;
Na areia o grão;
No mar meu coração;
No anoitecer o luar;
Nas árvores minha inspiração...

No horizonte meus olhos a vagar;
Nos céus os portais a adentrar.
Por onde vou passando;
Pedrinhas brilhantes...Estrelas;
Vou deixando

Tempo congelado
Instante de um desejo;
Tempo, invólucro pensamento;
Talho de sentimento que se calo, penso...

Tempo? Que tempo é esse?
Sucessão, Ocasião, Momento;
Realização dos desejos;
Época de sentimentos...
Tempos idos...Vindos?

Tempo...
O engano dos mortais;
Tempo não existe! 
Tênue linha triste;
De realidade ilusória;
Na divisão perceptiva;
Das metáforas da história.

Meu tempo é único;
Melodia inefável...
Sonata, pura e Sensata!


Delírio Erótico

É madrugada fria;
Onde despida eu dormia.
O meu quarto, a brisa invadia.
Era você na minha pele e eu sentia...

Deitada maliciosa em meu leito;
Entregue de bruços me deixo;
Diante das tuas mãos tudo aceito...
No delírio demente do feito, estremeço!

A tua boca a invadir minhas coxas;
No insano desejo de possuir, deflorar;
Invadindo meus lábios entre abertos;
Com gemidos, escrava me põe a implorar...

Sente o pulsar da minha pele cedendo...
Deixando-me abrir toda, me ardendo;
Meus seios enrijecidos querendo...
Mordiscados, lambidos, sugados, sendo!

Seu membro denso latejante;
Que no impulso invade-me incessante;
Em cavalgada febril, alucinante,
Dando golpes de amor a todo instante.

Em sua boca, o gosto do meu corpo Nu.
Na sua alma, à marca do meu desejo Cru;
No Jorrar do sêmen abençoado;
Eu e você, fundidos em pernas e braços...

Corpos entrelaçados, amor alucinado;
Delírio no espaço, êxtase e orgasmos...
No emudecer do Deus menino, em fascinação;
Demos da sedução, na fusão da mais bela canção!



Ana Paula Dias, nasceu na cidade de São Paulo e reside atualmente no Rio de Janeiro.
Sempre teve verdadeira adoração pela Psicologia Comportamental e Hipnoterapia, 
e apesar de nunca ter exercido a profissão, sua necessidade em compreender 
melhor ao ser humano, remeteu-lhe a mergulhar dentro de si 
em profunda reflexão e busca do seu mais profundo ""EU"".
Sempre trabalhou como executiva, na área de Engenharia Civil, 
e hoje atua na área da comunicação. Extremamente romântica e sensível, 
passou a ter a escrita como um desabafo da alma.
Adora filosofia, artes plásticas e piano clássico. 
"A poesia se encontra talhada em mim é sopro de vida, reflexo do que sinto."

Se você gostou indique o endereço: www.almadepoeta.com/poetas3x4.htm

Voltar para Poetas 3 x 4 Brasil



home    galeria de arte    poetas em destaque    poetas 3x4    poetas imortais    colunistas    cinema    concursos

páginas pessoais     agenda poética     poetas no You Tube      fala poesia     oficina virtual      histórico

Clique e entre



Seu site de poesia, arte e algo mais...


www.almadepoeta.com

Alma de Poeta
©Copyright 2000 / 2007 by Luiz Fernando Prôa